Pacotes

Os pacotes da Aldeia Multiétnica podem ser comprados online. Veja abaixo as opções disponíveis:

Pacote Vivência Indígena

R$ 2.150,00

2º lote:

*De 9 de maio a 9 de junho
Inteira- R$ 2.150,00

3º lote:
*De 10 de junho a 10 de julho
Inteira- R$ 2.600,00

Este pacote inclui alimentação (café da manhã, almoço e jantar), hospedagem em camping, todas as atividades da vivência durante os sete dias de Aldeia Multiétnica (de 13 a 20 de julho) e acesso livre aos atrativos naturais da propriedade onde é realizado o evento (Rio Couros e a Almécegas I e II).  São apenas 50 vagas!

Pacote Vivência Indígena (Sem Hospedagem e Alimentação)

R$ 1.250,00

Este pacote permite acesso a todas as atividades da vivência, porém, não inclui hospedagem nem alimentação. Estão inclusos ainda:

  • todas as atividades da vivência durante os sete dias de Aldeia Multiétnica (de 13 a 20 de julho)
  • acesso livre aos atrativos naturais da propriedade onde é realizado o evento (Rio Couros e a Almécegas I e II).
 

Sobre os pacotes para a Vivência Indígena

Após efetuar o pagamento, você deve encaminhar um e-mail para aldeia@encontrodeculturas.com.br com o comprovante. Além do PagSeguro, é possível realizar o pagamento por depósito na seguinte conta corrente:

Banco do Brasil - 001
Agência: 4546-2
Conta Corrente: 8437-9
Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge
CNPJ: 10.680.513/0001-44

* Vale destacar que pagamento via depósito terá desconto de 5%. 

Para visitação 

Para quem pretende participar das atividades, mas não se interessa pelo pacote da vivência, estaremos abertos para a visitação de 14 a 20 de julho, das 14h às 18h. 

O valor da entrada antecipada é R$ 35,00.
Compre sua entrada pelo PagSeguro no botão abaixo:

Para quem pretende visitar nos 7 dias,  também temos a opção do pacote de visitação.
O valor deste pacote é R$ 200,00.
Compre sua entrada pelo PagSeguro no botão abaixo:

Promoção

Os 30 primeiros inscritos receberão um kit da Habitat, instituição parceira da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge, que há mais de 10 anos presta consultoria para comunidades indígenas do Brasil com o objetivo de potencializar as atividades econômicas já existentes e garantir a sustentabilidade delas.  No kit, serão oferecidas publicações sobre os povos indígenas do Brasil, produtos da Tamã, do Instituto Kabu e cestarias do povo Guarani Mbyá.

** Você receberá um email comunicando se você é um dos 30 primeiros inscritos. O kit deve ser retirado na entrada da Aldeia Multiétnica na abertura do evento. 

PROMOÇÃO ESGOTADA


Entenda como são calculados os valores dos pacotes da Aldeia Multiétnica e Vivências

Os preços dos pacotes da vivência na Aldeia Multiétnica são minuciosamente calculados pela equipe técnica da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge, que realiza o evento há 12 anos (a serem completados em 2018).

Para deixar mais claro os custos aos quais nos referimos, decidimos apresentar infográficos que exemplificam detalhadamente estes custos:

Transporte

Em 2017, participaram da XI Aldeia Multiétnica sete grupos indígenas: os povos do Alto Xingu (MT), os Fulni-ô (PE), os Krahô (TO), os Kayapó Mebengokré (PA), os Guarani Mbya (SC), os Xavantes (MT) e os Rikbaktsa (MT). Destes, cinco fazem parte da rede de etnias que participam do evento desde a primeira edição. Eles são os responsáveis pelo conselho de lideranças indígenas que decidem quais etnias convidar e como a programação será realizada.  Em 2017, o valor do transporte de todos esses grupos (veteranos e convidados) ficou avaliado em R$ 81.703,00.

A princípio, para a realização da XII Aldeia Multiétnica, contaremos com a presença dos Povos do Alto Xingu (MT), do povo Krahô (TO), do povo Fulni-ô (PE), do povo Kayapó Mebengokré (PA) e do povo Guarani Mbya (SC). A contar pelo recurso empreendido com apenas estes grupos em 2017, prevemos que o transporte ficará avaliado em R$ 67.152,00*.

Abaixo os trajetos e valores gerais de cada um:


Sobre este valor:

É importante destacar que estes valores referem-se ao gasto que tivemos em 2017. Passagens aéreas e alguns outros tipos de transporte não possuem um valor tabelado e por esses grupos estarem localizadas em territórios de difícil acesso, os preços se mantém flutuantes.

Alimentação


Para a execução do projeto da Aldeia Multiétnica dependemos de uma equipe grande de colaboradores que em 2017 somou 60 profissionais das mais diversas áreas dando suporte para o evento.  Além dos trabalhadores, recebemos cerca de 160 indígenas convidados e 50 viventes.  Ao todo, são 270 pessoas se alimentando ao longo de sete dias.


Equipe


Conclusão

Para o bom andamento das atividades, disponibilizamos apenas 50 vagas para a vivência indígena. A meta é que todas sejam vendidas no primeiro lote pelo valor de R$ 1.700,00. Isso daria um total de R$ 85.000,00, suficiente para garantir o transporte de cinco etnias indígenas e parte do valor empreendido na alimentação na Aldeia Multiétnica. 

Valores como cachês aos indígenas, pagamento de pessoal, gastos com infraestrutura para o evento e manutenção do espaço, ainda dependem de bilheteria. 

Aspectos legais 

Todas as atividades da Aldeia Multiétnica serão conduzidas por princípios da legalidade e do respeito a soberania das comunidades indígenas e quilombolas integrantes da Rede de Saberes, assim as principais leis e recomendações abaixo serão expressamente seguidas: 

1. Respeitar os usos, costumes, crenças e tradições indígenas e observar as demais disposições da Constituição de 1988 (arts. 231 e 232), da Lei nº 6.001/73 (Estatuto do Índio) e da Convenção 169 da OIT - Organização Internacional do Trabalho (incorporada ao sistema jurídico brasileiro por meio do Decreto nº 5.051/2004).

2. Cumprir as normativas estabelecidas pela Lei nº 9.610/98 (Lei dos Direitos Autorais), pela Portaria nº 177/06/Funai (que dispõe sobre os direitos autorais e direito de imagem indígena).